12 de junho de 2018

Paróquia de São João Batista diz em comunicado que é falsa a notícia do RSJ sobre cobrança de taxa para realização do Café com Educação


Em comunicado divulgado pela Pastoral da Comunicação, a paróquia de São João Batista de Assú, refutou a matéria postada aqui no RSJ sobre a cobrança de uma taxa para a realização do Café com Educação, organizado anualmente pela Direc dentro da programçaõ do São João do Assú. (Leia matéria AQUI ).

Confira o comunicado na íntegra:

A Paróquia de São João Batista de Assú, por meio da equipe de Infraestrutura da Festa de São João 2018, vem por meio desta refutar a notícia veiculada no blog Rabiscos de Samuel, no que diz respeito à cobrança de uma taxa para a realização do tradicional Café com Educação da Dired.

A paróquia informa que essa notícia é falsa e que em momento algum se cobrou alguma coisa para a realização do tradicional café. A paróquia tem a Dired como uma parceira de longa data e que sempre trabalharam juntas, tanto no âmbito da festa de São João, quanto no âmbito educacional, havendo sempre apoio mútuo entre a paróquia e a Dired.

Cientes de que este tipo de notícia, infelizmente, circula muito rápido, viemos expressar nosso total repúdio diante de afirmações levianas.

A Paróquia de São João Batista e a Dired trabalham juntas para engrandecer a festa do nosso amado padroeiro, bem como a cultura e a educação na nossa cidade.

Aproveitamos ainda para convidar a todos a se fazerem presentes no próximo sábado, à partir das 7h da manhã, para o tradicional Café com a Educação, a ser realizado em frente à Dired.

Paz e bem a todos.

Pastoral da comunicação - PASCOM

Rabiscos do Samuel Junior: Em matéria posterior já tínhamos informado que o evento Café com Educação estava mantido dentro da programação (Leia AQUI). Mesmo assim abrimos espaço para o comunicado da paróquia.

Mas, não concordamos com a afirmação de que que a notícia divulgada no RSJ seja falsa. Ela foi baseada em informação de fonte segura com livre acesso a Direc. Mesma fonte que depois informou ao RSJ que o “Café com Educação está mantido. Igreja alega mal entendido e suspende cobrança do espaço para realizar o Café”.

Ou seja, pode até ter acontecido um mal entendido, porém na notícia não tem falsidade nenhuma.

Bola para frente!

Parceiro anunciante


6 comentários:

João Neto disse...

vida de blogueiro é assim... notícia boa, tudo bem.... desagradou, comunicado dizendo que é falso... parabéns Samuel pela conduta ao divulgar o comunicado.... e pela defesa preservando o nome da fonte...

Antonio Loureiro ( Adilson ) disse...

Ninguém é obrigado a ajudar a Igreja, a não ser aqueles que têm fé. Se a Dired ajuda é porque acredita no bem que a Igreja faz. Não faz o menor sentido supor que a Igreja iria cobrar aluguel de uma equipe que sempre se dispos a ajudar sem pedir nada em troca. O que a equipe arrecada já é da Igreja automaticamente, por isso nao faz sentido cobrar de quem sempre quis ajudar espontaneamente.

Antonio Loureiro ( Adilson ) disse...

Ninguém é obrigado a ajudar a Igreja, a não ser aqueles que têm fé. Se a Dired ajuda é porque acredita no bem que a Igreja faz. Não faz o menor sentido supor que a Igreja iria cobrar aluguel de uma equipe que sempre se dispos a ajudar sem pedir nada em troca. O que a equipe arrecada já é da Igreja automaticamente, por isso nao faz sentido cobrar de quem sempre quis ajudar espontaneamente.

Antonio Loureiro ( Adilson ) disse...

Não faz sentido cobrar taxa de uma equipe que já se dispõe, espontaneamente, ajudar a paróquia. Seria absurdo tirar 400 reais de quem esteja ofertando muito mais do que isso. Falta bom senso naqueles que, afoitamente, saem por aí divulgando mentiras. Não culpo esse blog, mas culpo quem lhe repassou essa mentira.

Antonio Loureiro ( Adilson ) disse...

Não faz sentido cobrar taxa de uma equipe que já se dispõe, espontaneamente, ajudar a paróquia. Seria absurdo tirar 400 reais de quem esteja ofertando muito mais do que isso. Falta bom senso naqueles que, afoitamente, saem por aí divulgando mentiras. Não culpo esse blog, mas culpo quem lhe repassou essa mentira.

Fernando de Sá Leitão disse...

Parabéns, Samuel. Quem lhe acompanha desde o "Abrindo caminhos" conhece seu compromisso com a informação responsável.