8 de agosto de 2017

Deputado José Adécio diz que Assembleia Legislativa foi “desrespeitada” na Agropec e que empresa do presidente da Faern “adulterava leite com bicarbonato de sódio”

O deputado José Adécio (DEM) usou hoje (8) a tribuna da Assembleia Legislativa para reclamar do fato de não ter tido tempo para discurso na Agropec Semiárido, ontem no parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

Para o parlamentar, que na ocasião representou a Assembleia Legislativa, a ALRN foi desrespeitada.

O parlamentar afirmou que “durante mais de três décadas como deputado, 41 anos de vida pública, pouco usei esta tribuna para me pronunciar. Mas, eu não falo em meu nome, falo em nome desta Casa, registro um fato lamentável contra a Assembleia ocorrido na Agropec, quando fui impedido de falar, mesmo sendo representante legal da Casa naquela ocasião”.

José Adécio explicou que pediu o microfone para fazer uso da palavra, mas foi informado que não poderia falar.

Durante o pronunciamento, o deputado também criticou o presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte (FAERN), José Vieira. Ele revelou que “não é de hoje que o conheço, fui presidente da CPI do Leite e constatei que ele fazia parte de uma empresa que adulterava leite com bicarbonato de sódio, que causava câncer. O que falo está no relatório elaborado em 9 meses de trabalho”.

Vários deputados questionaram o pronunciamento de José Adécio e defenderam a importância do evento Agropec e de José Vieira para o setor agropecuário.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário: