quinta-feira, 6 de julho de 2017

Projeto da prefeitura de Assú que aumenta gastos com pessoal deixou de ser urgente


O projeto de lei complementar da prefeitura de Assú que tramitava na Câmara Municipal foi retirado de pauta a pedido do executivo.

Esse projeto cria o cargo de procurador geral adjunto, com remuneração de R$ 3,6 mil, e aumenta a remuneração do procurador geral de R$ 6 mil para R$ 7,2 mil.

Pelo jeito, a matéria que foi enviada pelo executivo para ser apreciado no legislativo em regime de urgência urgentíssima, deixou de ser urgente.

Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário