18 de julho de 2017

Consumo de energia elétrica cresceu 3% no RN

O consumo de energia elétrica no Rio Grande do Norte, no primeiro semestre de 2017, cresceu 3% quando comparado ao mesmo período de 2016. Os números são da Cosern.

O percentual ficou abaixo do crescimento médio anual registrado na última década no estado, que foi de 4,15%, mas sinaliza uma leve recuperação na demanda de energia elétrica, que em 2015 e 2016 teve crescimento de 0,92% e 1,28%.

O aumento na demanda de energia do consumidor potiguar vem principalmente da classe residencial, que registrou alta de 4,34% no semestre, impulsionada pelo incremento de novas unidades consumidoras e um calendário de leitura com mais dias de faturamento no primeiro semestre, quando comparado com 2016.

A classe de maior impacto negativo no consumo foi a industrial, que apresentou queda de 0,89%, sendo o setor de extração de petróleo e gás natural o maior responsável pela redução no consumo da classe.

O comércio registrou alta de 3,99% no primeiro semestre, puxado pelo comércio varejista e alojamentos.

A melhora no volume de chuvas e da situação hídrica do estado contribuiu para o desempenho positivo das classes do serviço público e rural, que cresceram 0,85% e 6,22%.

A Cosern estima um crescimento de 0,89% no consumo de energia elétrica para o ano de 2017. A perspectiva é um resultado menor no segundo semestre, devido a fatores como quantidade de feriados, redução da temperatura média e continuidade da dubiedade no cenário político-econômico.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário: