7 de junho de 2017

Propina recebida por Henrique Alves da Odebrecht envolvia privatização da Caern

No pedido de condução coercitiva dos envolvidos na operação Manus, realizada ontem (6) em Natal, consta que Jaime Mariz de Faria Junior “teve participação imediata no episódio referente ao repasse de propina a Henrique Eduardo Lyra Alves, por meio de ‘caixa dois’, pela empreiteira Odebrecht”.

No relato dos procuradores da República, Fernando Rocha e Rodrigo Telles, coube a Jaime Mariz reunir-se com executivo da empreiteira para detalhar o plano de privatização da Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern), na qual a Odebrecht tinha interesse, motivando o pagamento dos valores ilícitos.

Parceiro anunciante

Nenhum comentário: