sexta-feira, 9 de junho de 2017

Operação ‘Cristal Quebrado’ localizou em Natal estufas para cultivo de supermaconha

A operação ‘Cristal Quebrado’, deflagrada na manhã desta sexta-feira (9), visou apreender drogas, armas e produtos ilícitos que estavam em residências da zona Sul de Natal.

Na ação foram presos em flagrante sete pessoas, sendo cinco homens e duas mulheres: o casal Luís Cláudio Jesus Gomes, 35 anos e Thaís Geronázio Ferreira, 40 anos; o casal Tiago Matte, 38 anos, e Mariana Marques Vecchi,34 anos; José Carlos da Silva, 22 anos; José Curi Dias, 69 anos, e José Jussier Freitas Alves, 38 anos.

Durante o cumprimento dos quinze mandados de busca e apreensão, os policiais encontraram duas estufas que eram usadas para cultivar mudas de droga conhecida como skank, um tipo de supermaconha.

Foto: Assessoria de imprensa da Polícia Civil do RN
Foto: Assessoria de imprensa da Polícia Civil do RN

As plantas estavam sendo cultivadas nos apartamentos dos casais Luís Cláudio e Thaís Geronázio, e do casal Tiago Matte e Mariana Marques.

O delegado titular da Denarc, Ulisses deSouza, revelou que “nos apartamentos, que ficam na Vila de Ponta Negra, nós descobrimos duas grandes estufas com toda uma estrutura montada. Eles mantinham equipamentos ligados 24 horas para que a plantação fosse produtiva e para isso, furtavam energia elétrica. Eles controlavam umidade, calor, luminosidade e tinham vários produtos para adubar”.

Os policiais civis apreenderam no apartamento de Mariana Marques o valor de R$ 20 mil escondidos dentro da lixeira do banheiro. O delegado adjunto da Denarc, Cláudio Henrique, disse que “ela é investigada pela Polícia Federal pela suposta prática de tráfico internacional de entorpecentes e já havia sido investigada pela Polícia Civil do RN no ano de 2010”.

A polícia prendeu em flagrante José Carlos da Silva, com um revólver calibre 38 e munições; José Curi Dias, com um revólver e José Jussier Freitas com porções de drogas.

Foto: Assessoria de imprensa da Polícia Civil do RN

Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário