quarta-feira, 22 de março de 2017

Rafael Motta defende o voto do PSB contrário a reforma da Previdência

O deputado federal Rafael Motta (PSB/RN) voltou a externar hoje (22), em reunião da bancada do PSB na Câmara dos Deputados, o voto contra a reforma da Previdência.

Para o parlamentar, a proposta encaminhada pelo Governo Federal retira direitos de todos, sobretudo, das mulheres, dos trabalhadores rurais e daqueles que recebem benefícios de prestação continuada, como as mães de filhos com microcefalia. 

Ele reafirmou o posicionamento dele contra a reforma dizendo que tem que se buscar “outras alternativas que não seja impactar diretamente na previdência social, pois o trabalhador de baixa renda precisa ter sim uma atenção do Estado. Um remédio para economia não pode trazer tantos efeitos colaterais para a sociedade".

O parlamentar criticou ainda outros pontos da reforma, como a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria e os 49 anos de contribuição para atingir o teto da previdência.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário