31 de março de 2017

Diário Oficial de Assú continua cometendo erros

O Rabiscos de Samuel Junior tem mostrado aqui uma sequência de erros no Diário Oficial do Município do Assú. A edição de ontem (30) comprova isso.

Os oito primeiros atos publicados foram termos de contratos ‘republicados por incorreção’.

E não ficou só nisso não.

O termo de contrato com o médico psiquiatra Gleico Garcia Ferreira de Carvalho, para plantões de 12 horas, diz que “a carga horária máxima estimada considerando uma escala ao longo do período de vigência será de 432 (quatrocentos e trinta e dois [o correto seria duas]) horas mensais”. Essa carga horária está incorreta. Caso o médico trabalhe todos os dias do mês, o máximo seria 360 horas mensais.

Já o convênio entre o Fundo Municipal de Assistência Social e o Instituto Euvaldo Lodi foi publicado com o valor errado: Confira:


Por fim, a portaria datada de 13 de janeiro de 2017, que institui a Comissão Especial de Transição, erra o nome do prefeito e no artigo 3º diz que “a Comissão Especial de Transição de Mandato nomeado pelo Prefeito Eleito de Assú/RN, Gustavo Soares Montenegro, a saber: será composta por 08 (oito) membros, a saber: a) b) c) d) e) f) g) h)”. Ou seja, omite os nomes dos membros. Confira:



Parceiro anunciante


2 comentários:

Anônimo disse...

Campanha: Contrate o rabiscador para corrigir o DOM antes de publicar!
Rsrsrsrs
Falando sério, vocês tem dado uma grande ajuda ao secretário de administração, poupando-lhe tempo e futuros problemas.
Antônio Silva

Anônimo disse...

Acho que eu fui o primeiro a surgeri que se contratasse a equipe do Rabiscos do Samuel, pois os erros e falhas publicados eram, e continuam sendo, sem precedentes nas publicações do DOM.Por outro lado fico pensando,será que honrariam os pagamentos em dia com a equipe do Rabiscos do Samuel???
Vendo pelo andar da carruagem em Sucupira, o risco de calote é mais que evidente.

Esdras Pessoa
esdraspc@yahoo.com.br