3 de fevereiro de 2017

Ministério Público recomenda que prefeito regularize situação de desvio de função e cesse prática de nepotismo

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, através do promotor de justiça Wilmar Carlos de Paiva Leite Filho, recomendou ao prefeito de Porto do Mangue, Sael Melo, que no prazo de dez dias adote as providências necessárias para a regularização de casos de desvio de função e de prática de nepotismo.

A recomendação é para a recolocação dos servidores nas funções para os cargos que originariamente ocupam.

Existe caso de servidora nomeada para o cargo de professora, mas que desempenha a função de coordenadora na escola municipal Dom Bosco, que tem como diretor o seu esposo.

Para o Ministério Público, além de desvio de função, isso se configura como nepotismo.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário: