26 de janeiro de 2017

Prefeitura de Assú terá gasto de mais de R$ 680 mil com cargos comissionados e funções gratificadas caso projeto que altera estrutura administrativa seja aprovado

Hoje (26), às 20h, terá início o período de sessões extraordinárias na Câmara Municipal do Assú, quando serão apreciadas matérias enviadas pelo executivo municipal e do próprio legislativo.

Uma dessas matérias é o projeto de lei complementar, que altera a estrutura administrativa e organizacional da prefeitura de Assú.

O Rabiscos do Samuel Junior analisou esse projeto de lei complementar e fez um quadro resumo.

Caso os vereadores aprovem a matéria, a prefeitura de Assú terá um gasto mensal de R$ 684,2 mil com remunerações de cargos comissionados e funções gratificadas.

O projeto prevê um total de 370 cargos comissionados e funções gratificadas, com remunerações variando de R$ 300,00 – função gratificada de assistência – à R$ 7 mil, para cada um dos quatro secretários executivos.

O projeto prevê quatro secretários executivos, cinco consultores, quatorze secretários, um controlador geral, um procurador geral, um pregoeiro oficial e vinte secretários adjuntos, entre outros cargos.

Confira ao lado um quadro resumo dos cargos e remunerações, elaborado pelo Rabiscos do Samuel Junior. 


Parceiro anunciante


Nenhum comentário: