sábado, 26 de novembro de 2016

Pedido de impeachment de Temer será protocolado na segunda-feira

Na segunda-feira (28), a oposição entrará com um pedido de impeachment do presidente Michel Temer. O documento está em elaboração e, como não pode ser encabeçado por parlamentares, o PT está em contato com movimentos sociais para definir quem assinará o pedido. 

Parlamentares da oposição dizem que “Temer agiu contra um ministro por interesses privados. Isso é muito grave. O pedido de impeachment é a medida mais justa em meio a essa crise".

Outras ações também serão tomadas. A oposição vai entrar com uma representação contra o presidente junto à PGR por crime comum que, na prática, é uma medida de afastamento mais simplificada do que o impeachment.

A assessoria jurídica da oposição entende que a conduta de Temer ao pressionar o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, pode ser enquadrada como crime de concussão, que é o ato de exigir vantagem indevida em função do cargo, e também advocacia administrativa, que é o patrocínio de interesse privado dentro da esfera pública.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário