quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Equipamentos que retiravam água do rio Piancó/ Piranhas/Açu foram apreendidos em fiscalização do Igarn, Aesa e ANA

Uma ação intensiva de fiscalização ao longo do rio Piancó/Piranhas/Açu, para apreender equipamentos que retiram águas irregularmente do manancial e autuar os infratores, está sendo realizada nas duas últimas duas semanas.

Foto: Assessoria CBH-PPA
A ação é feita pelo Instituto de Gestão de Águas (Igarn), Agência Executiva de Águas da Paraíba (Aesa), Agência Nacional de Águas (ANA) e Polícia Militar da Paraíba, com o apoio da Caern.

O resultado da ação foi a apreensão de diversas bombas, drenos e sifões que faziam retiradas indevidas do rio Piancó/Piranhas/Açu, além de barramentos e sacarias que impediam ou dificultavam o fluxo das águas.

Ontem (22) foram retiradas oito bombas com potências que variam de 10 a 25 CV e retiravam do manancial de 40 a 80 mil litros por hora. Também foi removida uma sacaria, propiciando que partes do rio que se encontravam completamente secas, voltassem a ter água. Infratores foram autuados.

A manutenção e intensificação das ações de fiscalização resultarão na volta à vazão normal das águas que abastecem as cidades de Caicó, Jardim de Piranhas e São Fernando.

A ANA, o Igarn e a Aesa estabeleceram regras de restrição para captações de águas superficiais e a retirada irregular é considerada uma infração gravíssima que pode resultar em aplicação de multa, apreensão e/ou embargo provisório ou definitivo.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário