15 de novembro de 2016

Baraúnas poderá ficar de fora do Campeonato 2017

A diretoria do Baraúnas emitiu nota no início da tarde desta terça-feira (15), informando que a parceira com a empresa do empresário Luciano Martins foi cancelada. Sem essa parceria o Leão do Oeste busca alternativas para participar da temporada do próximo ano.

Na nota, a maior preocupação do Baraúnas nesse momento é a respeito da interdição do Nogueirão. O clube afirma no documento que se não houver a liberação do estádio para a disputa do Campeonato Estadual 2017, a diretoria passará a levar em consideração a possibilidade de licenciamento.

Para a diretoria do Baraúnas, mandar seus jogos fora de Mossoró poderá provocar prejuízos financeiros.

Confira a nota na íntegra:

A Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas vem por meio desta nota comunicar, que não seguirá mais a parceria com a empresa LM03 Sports para disputa do Campeonato Estadual 2017. A parceria que tinha sido firmada há um mês atrás entre a diretoria e o empresário Luciano, com objetivo de fornecer jogadores para disputa do campeonato infelizmente acabou sendo interrompida.

O motivo do rompimento do contrato deu-se em virtude de novas oportunidades de Luciano Martins no mercado europeu. Por este motivo, o empresário e sua empresa optaram em realizar novos investimentos no mercado internacional. O Baraúnas agradece a Luciano Martins e a LM03 Sports por todos os serviços prestados ao clube neste ano. Queremos dizer ainda que sempre estaremos de portas abertas para receber jogadores da LM03 Sports e prontos para novas parcerias futuras.

Com essa desistência, a diretoria já está agindo em busca de novas alternativas para montar seu planejamento para o estadual. Reiteramos ainda nossa cobrança em relação do município com a liberação do estádio Manoel Leonardo Nogueira, que ainda continua interditado por conta da intervenção do Corpo de Bombeiros.

Reforçamos ainda que caso o estádio Nogueirão não seja liberado para o estadual, iremos estudar a possibilidade pedir o licenciamento do campeonato, tendo em vista que iríamos ter prejuízo enorme em relação as receitas das bilheterias, uma vez que as despesas aumentariam tendo que mandar os jogos em outro local.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário: