8 de novembro de 2016

Assú receberá R$ 1,3 milhão da repatriação

A Secretaria do Tesouro Nacional detalhou hoje (8) a divisão dos recursos da regularização de ativos no exterior entre os estados do país. Os estados receberão ao todo, R$ 4,02 bilhões dos R$ 46,8 bilhões arrecadados - o equivalente a 21,5% da receita total, excluída a parcela do Fundeb, cerca de R$ 1 bilhão.

Parte desses valores já foi paga pelo governo aos estados, mas a maior parte, de acordo com informações do Ministério da Fazenda, será repassada na quinta-feira (10).

O estado da Bahia ficará com a maior parcela dos recursos que os estados têm direito na repatriação e receberá R$ 359 milhões ao todo. Em segundo lugar, aparece o estado do Maranhão, com R$ 286 milhões, seguido pelo Ceará (R$ 283 milhões), por Pernambuco (R$ 256 milhões), Pará (R$ 249 milhões) e Minas Gerais (R$ 180,9 milhões).

O estado do Rio de Janeiro (RJ), que passa por forte crise em suas contas, receberá R$ 88,86 milhões em recursos da regularização de ativos no exterior.

São Paulo receberá R$ 35,78 milhões, Rio Grande do Sul R$ 79,7 milhões e Santa Catarina R$ 55,5 milhões.

O Rio Grande do Norte receberá R$ 168,8 milhões. Desse total, R$ 1,3 milhão será para Assú.



Nenhum comentário: