sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Cavalgada em defesa da vaquejada

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (6) derrubar uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada, tradição cultural nordestina. Por 6 votos a 5, os ministros consideraram que a atividade impõe sofrimento aos animais e, portanto, fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente. Com essa decisão o STF tornou a vaquejada um esporte ilegal.

Mas, os admiradores da prática da vaquejada não estão de mãos cruzadas, não! O Rabiscos do Samuel Junior recebeu via whatsapp, um texto convocando para um “um movimento pacífico em luta do direito de continuar a pratica da nossa cultura”.

Confira o texto na íntegra:

Em virtude de tudo que vem acontecendo em relação a proibição da prática da vaquejada, quero convidar todos os amigos, amantes do esporte, vaqueiros, tratadores, locutores, casquidores, veterinários, zootecnistas, produtores de eventos, profissionais autônomos, comerciantes e todos que fazem parte desta TRADIÇÃO, festa cultural, esporte genuinamente nordestino, setor que movimenta milhões e emprega milhares de pessoas direta e indiretamente, para realizar a 1° Cavalgada da TRADIÇÃO que se realizará em Natal-RN, em 06/11/2016  um movimento pacifico em luta do direito de continuar a prática da nossa cultura, vamos as ruas lutar pela nossa TRADIÇÃO para que ela tenha continuidade, venha somar a este evento que não visa interesse próprios e sim mostrar a força de uma cultura, a força de um povo.

Interessados em participar da organização serão bem vindos. Favor entrar em contato com: Keke do Tikker (84 9 8815-9878), Caninde Casquedor (84 9 9964-3867), João Vaqueiro (84 9 8814-6269), Beto da Qualhada (84 9 8759-4451 - 84 9 9643-1131), George Henrique (84 9 9987-8384), Guilherme Leão (84 9 8854-0800) e Ribamar Júnior (84 9 9985-4001).


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário