domingo, 9 de outubro de 2016

Associação de Vaquejada diz em nota: “Não somos criminosos, somos vaqueiros!”

Através de nota, a Associação Brasileira de Vaquejada (Abvaq) externou seu descontentamento “com a decisão do Supremo Tribunal Federal que não reconheceu a Vaquejada como atividade desportiva no estado do Ceará”.

A nota é finalizada com a frase “Não somos criminosos, somos vaqueiros!”.

Confira a nota na íntegra:

NOTA ABVAQ

A Associação Brasileira de Vaquejada - ABVAQ, representante legal do maior esporte equestre do Brasil, e na qualidade de porta-voz de milhares de famílias que dependem exclusivamente da mais tradicional atividade cultural do homem do campo Nordestino, vem tornar público seu descontentamento com a decisão do Supremo Tribunal Federal que não reconheceu a Vaquejada como atividade desportiva no estado do Ceará.
Em um julgamento que externou total desconhecimento do que de fato é hoje a VAQUEJADA REGULAMENTADA pela ABVAQ, o STF foi além, comparando por vezes nossa Cultura Secular, que é praticada de forma pública e ordeira, com as mais tenebrosas atividades criminosas praticadas no Brasil, o que é de fato inaceitável.
A ABVAQ irá buscar todos os caminhos possíveis e imagináveis para reverter esta situação, pautada pelo ordenamento jurídico e político do nosso país.
O Vaqueiro Nordestino é antes de tudo um guerreiro. Vamos à luta.

NÃO SOMOS CRIMINOSOS, SOMOS VAQUEIROS!

ABVAQ


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário