sábado, 25 de junho de 2016

Polícia Federal prendeu mulher de um dos integrantes da quadrilha acusada de assaltar Correios e explodir caixas eletrônicos no RN

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (24), em Ceará-Mirim, uma funcionária pública municipal, de 35 anos. A detenção foi motivada por um mandado de prisão preventiva expedido pela 15ª Vara Federal.

A ação aconteceu em continuidade das investigações da Operação Trangola, que desarticulou em 7 de junho, em Parnamirim, uma quadrilha acusada de assaltar agências dos Correios e promover explosões de caixas eletrônicos no estado.

A mulher é companheira de um dos homens presos junto com o bando. A sua prisão foi requerida pela PF à Justiça, porque os policiais descobriram que ela teria registrado em seu nome, a mando do marido, um sítio na cidade de João Câmara de valor infinitamente superior às posses do casal, tudo levando a crer que tal propriedade tenha sido adquirida com dinheiro supostamente obtido nos vários assaltos realizados pela quadrilha desbaratada.

Ouvida na PF, ela negou saber onde o marido, que exerce a profissão de soldador, conseguiu recursos para adquirir o imóvel rural.


Parceiro anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário